Estudo de caso – Preciso de um redesign?

  1. Início
  2. Branding
  3. Estudo de caso – Preciso de um redesign?

Olá pessoal! Recentemente, fiz um trabalho de redesign com a Next Ip, uma empresa de comunicação convergente e telefonia IP que está há mais de 15 anos no mercado. Eles achavam a marca deles ultrapassada, além de haver um problema na fonética e visualmente a marca lembrava um peso de academia. A Next Ip não estava conseguindo transmitir para os seus clientes o seu valor. E a ideia da empresa era se reposicionar no mercado, trazendo novos valores e conceitos, além de aumentar o número de clientes. 

Nenhuma marca é feita para durar para sempre. Ela passa por modificações, nem que sejam sutis. A durabilidade de uma identidade depende de sua capacidade de ter longevidade em um mundo em constante mudança. Quando uma empresa cresce, seus propósitos e seu posicionamento se tornam mais refinados. O mesmo acontece quando uma empresa não cresce, mas quer melhorar o seu posicionamento no mercado. Ambas precisam precisam de um redesign da identidade. O redesign é transformação. As tendências e as necessidades de hoje em dia são diferentes das de 20 anos atrás. A identidade da marca visa o público-alvo, a missão e os valores da empresa. 

5 perguntas para saber se a sua marca precisa ou não de redesign.

  • Sua marca tem mais de 15 anos sem modificação?
  • Sua empresa cresceu e está transmitindo os valores de forma correta?
  • Sua empresa está competindo no mercado?
  • Como andam seus concorrentes?
  • Sua empresa tem presença digital?

Nesse post vou explicar para vocês como resolvi o problema da Next Ip, desde o briefing até o resultado final. Seguimos com uma excelente parceria e é um trabalho que estou gostando muito de desenvolver, pois tem me ensinado muito a  cada dia.

 

Marca antiga da Next ip

 

Como falei anteriormente a marca da Next Ip estava ultrapassada, visualmente e conceitualmente. Desta forma, chegamos a conclusão de que era necessário um redesign da marca. Conversamos bastante por email e trocamos muitas informações. Enviei o briefing e, de forma resumida, vou deixar aqui o que eles desejavam:

  • Não perder totalmente a identidade anterior
  • Tirar o ícone e deixar somente a tipografia (eu acabei sugerindo o ícone novo)
  • Moderna e clean
  • Resolver o problema na fonética

Sempre que recebo um briefing, fico um pouco apreensiva, pois as respostas do briefing é que me ajudarão na criação e desenvolvimento da marca e nem sempre elas vêm da forma que a gente imagina. Antes do cliente responder, explico que o desenvolvimento da marca depende muito das respostas dele. Peço para que ele responda em um dia em que esteja com vontade de escrever e falar sobre o seu negócio. Afinal, quem poderia falar melhor de seu negócio do que ele próprio? É muito comum receber briefings com respostas de poucas palavras, curtas e sem detalhes. Nesses casos, eu normalmente envio um email “dando uma segunda chance” e pergunto: 

“É somente isso? Eu entrego apenas uma única versão baseada nas suas respostas.”

Acho que essa pergunta intimida um pouco o cliente, que acaba me respondendo de forma mais completa.

Com as respostas em mãos, vou para o papel. Faço um mapa mental e diversos rascunhos. Quando eu digo diversos são mais de 50 tipos/possibilidades de ideias que poderiam ser a marca. Desde ideias mais banais até ideias mais interessantes, nesta fase nada deve ser descartado. 

via GIPHY

Vocês podem ver que os rascunhos são bem aleatórios. É o meu brainstorming. Eu simplesmente vou jogando diversas ideias no papel. Vocês podem observar que nem todos os desenhos condizem com a empresa, uma marca não precisa ter necessariamente o que ela faz no seu símbolo. Essa informação pode ser passada em outros materiais de divulgação. Um bom exemplo, a Apple usa hoje em dia o tradicional símbolo da maçã, mas eles têm um marketing bem pesado e todos sabem o que a empresa é e não fazem uma associação por exemplo, com um Hortifruti. Então, quando estiver fazendo os rascunhos solte a criatividade, não fique preso somente ao que ela faz. Caso fique muito difícil de identificar na própria marca, você pode acrescentar uma tagline falando o que a empresa faz. Isso pode ser visto, por exemplo, na marca do Starbucks, que inicialmente tinha café em seu nome e hoje isto não é mais necessário.

Dessas ideias, passo algumas que selecionei para o laptop para vetorizar. Faço testes e vejo qual a melhor se encaixa com o perfil da marca. Penso na usabilidade da marca, se ela vai funcionar na versão horizontal e vertical, em preto e branco. Penso em diversas possibilidades de uso da marca, tanto em canetas como num outdoor.Pode ser que no começo ele não precise para uma caneta, mas depois de alguns anos ele resolva que quer uma caneta com a marca e eu não preparei a marca para isso? Por isso, no meu mini manual, coloco o potencial de redução da marca. O potencial de redução da marca é como a marca vai se comportar em itens bem pequenos, como uma caneta.

Após a vetorização, a escolha da tipografia e as cores, que no caso mantive as de origem mudando apenas a tonalidade eu finalizei a marca. Vejam o resultado final:

Marca nova

 

Com o redesign da marca, eu trouxe a Next Ip de volta para a atualidade com uma tipografia mais moderna e clean e um símbolo que não precisa remeter diretamente ao que ela faz. Não é só porque ela trabalha com telecomunicações que eu preciso colocar um telefone na marca da empresa. Eu busquei mostrar de outras formas que a Next Ip não é somente uma empresa de telecomunicação. É uma empresa jovem, com pouco mais de 15 anos no mercado, atual, que gosta de tecnologia, é ágil, moderna e integradora. 

O redesign deu mais vida e fez a empresa crescer, tornando-a mais atrativa para novos clientes sem perder seus antigos clientes. Com certeza é um empresa pronta para competir no mercado atual. E vendo que a mudança da marca foi bem aceita pelos funcionários e seus clientes, além de fazermos o redesign da marca, embarcamos no redesign de material institucional e de divulgação. Como, crachá, cartão de visita, folder, banner, assinatura de email, bloco de notas e o mais importante, o manual da marca. 

via GIPHY

Benefícios do Redesign:

  • Maior longevidade da marca
  • Melhor posicionamento no mercado
  • Maior competição com concorrentes
  • Atingir todos os públicos que sua empresa visa atualmente

Note como um redesign de identidade visual pode trazer vida nova para a empresa? Agora, ela está crescendo e competindo novamente no mercado, atingindo novos públicos-alvo e mantendo os que já tinha. Se a sua empresa já tem tempo no mercado, nunca passou por isso e não está crescendo como deveria crescer, é recomendável pensar sobre o assunto antes que seja tarde demais. Se você acredita na sua empresa e quer ver ela crescendo e competido, pense no assunto.

Se você tiver mais alguma dica, comente que acrescento no post.

Caso precise de um bom profissional para a criação da sua marca e/ou da sua identidade visual, para você ou para a sua empresa, basta entrar em contato que estarei a sua disposição.

Espero que tenham gostado. Não deixe de comentar abaixo. Façam bom proveito e se tiver alguma dúvida basta entrar em contato.

Siga-me Facebook | Twitter | Behance

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Menu